Onde germinam as minhas poesias

Há um espaço no jardim
Assim como há em mim
Onde germinam as minhas poesias

Brotam e se esticam ao ar
Por cima de todas as outras flores
Todos os outros amores

Há um espaço no chão
Assim como há em meu coração
Onde germinam as minhas poesias

Se eu pudesse, até lá eu iria
Só para vê-las encontrando o céu na terra
Mas o que se sente, não se enxerga

Luz (O Sol)

Não há com que tanto se preocupar
Depois de toda noite
O Sol sobe o mar

Toda escuridão acaba
Quando, depois de uma partida
Há uma nova chegada

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...