Não precisava

Não precisava dizer que era pra sempre
Não precisava dizer a verdade se só mente

Eu nunca pedi mais que o simples
Mais que olhos alegremente tristes

Eu nunca pedi mais que o fácil
Mais que qualquer forma de amor ágil

Não precisava me prometer o céu
Se você não se permite tirar os pés do chão

Não precisava me prometer o mel
Se amargo é o seu coração

Eu nunca pedi que me amasse por inteiro
Pedi apenas que o pouco fosse verdadeiro

28 comentários:

  1. A minha mais nova queridinha!! Ficou muito linda!
    Sambou muito na cara da sociedade! ehoiheoiheoihe
    :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Voce tem o dom de expressar emoçoes lindas em poucas palavras. Meus sentimentos que nao consigo entender ou transparecer, voce faz parecer facil escrever...
    MUITO BOA GUTO! UHUL!

    ResponderExcluir
  3. Lindo!
    Não precisava nem comentar rssss
    Parabéns!!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Adorei a poesia.
    Sinceridade é mesmo a palavra-chave de qualquer amor,
    seja ele amor de amizade ou amor de amor, rs.

    CNL

    ResponderExcluir
  5. Não preciso nem comentar que gostei!
    Me emocionei!

    ResponderExcluir
  6. Linda poesia, Augusto, e não isso somente! (entendi certo o sentido dúbio da sonoridade "só mente"?)

    Uma ótima semana!

    ResponderExcluir
  7. Caramba, demorou um pouco mas... Essa veio para arrasar! Valeu ter entrado para ler. E não poderia deixar de comentar. Amei em especial o final, "Pedi apenas que o pouco fosse verdadeiro". Gosto quando me identifico com suas poesias. Agradeça sempre seu lindo dom à Deus. Um bj.

    ResponderExcluir
  8. Sem comentários, muito linda.

    Saudades, abraço!

    ResponderExcluir
  9. Excelente. Às vezes nos cobramos de mais, ou as outras pessoas acham que cobramos mais delas do que deveríamos. Nem semrpe temos expectativas grandes, mas nem sempre as poucas expectativas são recompensadas.

    Curti muito.

    Abraço

    ResponderExcluir
  10. sambando como sempre! =)

    ResponderExcluir
  11. Filho... essa me emocionou muito....
    "Pedi apenas que o pouco fosse verdadeiro"
    Amo in......
    Bjinhos e bençãos!!!!!

    ResponderExcluir
  12. Linda sua poesia Augusto!!!Parabéns!

    ResponderExcluir
  13. Simples assim... linda!! Beijocas

    ResponderExcluir
  14. "Não precisava me prometer o céu
    Se você não se permite tirar os pés do chão"
    Adoreeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeei essa parte!
    Mais uma maravilhosa!!! Parece que adivinhou rsrsrs

    ResponderExcluir
  15. e tem como não se emocionar?
    Lindo demais. Achei fantástica a construção:

    "Eu nunca pedi que me amasse por inteiro
    Pedi apenas que o pouco fosse verdadeiro"

    Parabéns pela milésima vez, Augusto! :D

    ResponderExcluir
  16. Olá
    Me apaixonei pela sua poesia.
    Gostoso quando lemos algo assim.
    Beijos na alma
    Senti sua falta...
    Saudações Poéticas!

    ResponderExcluir
  17. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  18. Mariana Fernandes, a linda8 de julho de 2011 09:52

    Linda demais! Ahazaaando como sempre!
    Esperando ansiosa pelo seu livro!
    Beeeeijos!

    ResponderExcluir
  19. Sempre se superando!!e nós por aqui amando ler...
    Show..

    ResponderExcluir
  20. Muito bom,
    Não sei se li procurando me identificar, mas se assim foi encontrei meu propósito.

    ResponderExcluir
  21. Que lindo Augusto!
    Gostei muito mesmo!


    beijos

    ResponderExcluir
  22. O blog “É O MENINO HOMEM?” vai comemorar o 3º aniversário e convidado especial é VOCÊ! Convido-te a participar do Blogagem Coletiva: “MINHAS PRIMEIRAS LEITURAS”, que acontecerá neste domingo (17 de Julho), com a intenção de promover um interessante diálogo sobre as iniciais experiências no universo encantado das palavras... Não deixe de conferir e rememorar momentos tão inesquecíveis! Confirme sua presença no meu blog e veja o regulamento para a postagem.

    Um beijo,
    do MENINO-HOMEM

    Fique com Deus!

    ResponderExcluir
  23. Excelente poema! Sabes como se "trabalham" as palavras!
    Abraço

    ResponderExcluir
  24. Só tenho uma coisa para falar: Incrível.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  25. A beleza da tristeza... Lindo, Augusto!

    Abraços do @poemasavulsos.

    ResponderExcluir

Poderá ser preciso clicar mais de uma vez no botão "Postar comentário" para que o seu comentário seja enviado com sucesso. Obrigado pelo comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...