Eu não te amo

Minha mãe me dizia
Há muito tempo
Que ninguém consegue mandar no coração

Somente agora
Percebi que nesse tempo todo
Ela tinha razão

Se houvesse como
E pudesse escolher
Escolheria você

Sem medo de engano
Mas, infelizmente
Eu não te amo

24 comentários:

  1. mais uma poesia bem sucedida... muito bem, Augusto! =)

    ResponderExcluir
  2. Simples e bonita. Acho que pior do que gostar de quem não se deve, é não gostar da pessoa "certa" pra gente. Gostei, Augusto.

    ResponderExcluir
  3. É assim... A gente não manda no coração! Ficou linda Augusto parabéns!

    ResponderExcluir
  4. AAAH, essa ficou muito boa!!!
    hahaha adorei o final 'poderia mas nao te amo' ta nao escreevi como ta, mas sim sobre a mensagem que passa.. muuuuito boa! parabeens

    ResponderExcluir
  5. Isabella Saldanha10 de maio de 2011 20:17

    Ficou linda, Augusto! Simples, direta e linda. Como só você sabe fazer.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  6. as duas primeiras estrofes dão a entender um tema que todo mundo já está cansado de ver em poesia: não queria te amar, pois vc me faz sofrer, mas não posso controlar.. e blá ...... ai vc vai e muda o foco da parada rs adorei, criativa, simples como sempre e linda .. e a estrutura ficou perfeita também ! ;) amei, como de costume ! hahaha

    ResponderExcluir
  7. Aiiii, que impactântchy! Choquei em Judas com o final... ótima como sempreeee! Bjus
    (Adivinha quem sou)

    ResponderExcluir
  8. Nossa!
    É uma situação muito chata.
    Mas eu sempre estive do outro lado: o que amava sem ser correspondido.
    Fazer o quê? É a vida, ou o que fazemos dela.
    Parabéns pela poesia!

    ResponderExcluir
  9. Texto lindamente apaixonado.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  10. Uma construção digna de um grande escritor, um intertexto daqueles que fazem a gente chorar. Diagolas perfeitamente com outros textos, sabia? ;-D
    Obrigado por mais essa obra emocionante, August!

    ResponderExcluir
  11. triste pra quem ouviu, né?
    guto, você arrasaa!
    beijocas

    ResponderExcluir
  12. DEPRIMENTE! Sincera, mas totalmente deprimente!

    ResponderExcluir
  13. E dolorida DEMAIS! =/

    ResponderExcluir
  14. Que inveja me faz, essa simplicidade, que nós faz tão bem em forma de Poesias!

    Congratulations!

    ResponderExcluir
  15. Muito linda, adorei a simplicidade das palavras. Parabéns!

    ResponderExcluir
  16. Cansei de tentar mandar no coração, mas tive um progresso considerável com o tempo.

    Uma boa semana, Augusto!

    ResponderExcluir
  17. Sensacional!

    A melhor, depois de esconderijos! hahahahaa

    Continue nos (e me) surpreendendo.

    ResponderExcluir
  18. Não é sempre difícil de dizer e complicado de escutar.....sempre!! Nota 10 !! Valeu Tutu

    ResponderExcluir
  19. O blogger esta te boicotando... hahahaha...

    Minha preferida desde esconderijos =)

    ResponderExcluir
  20. O Não.....as vezes difícil de dizer, sempre tão difícil de escutar. Sempre....Muita boa Tutu!!Se necessário fôr..repetimos e repetimos..

    ResponderExcluir
  21. Muito bem escrita. Parabéns, Augusto. Tempos que eu não passava por esse mundo blogueiro. Sucesso!

    ResponderExcluir

Poderá ser preciso clicar mais de uma vez no botão "Postar comentário" para que o seu comentário seja enviado com sucesso. Obrigado pelo comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...