Como o galopar dos cavalos

Talvez você não tenha se dado conta
Da perfeccionista geometria
Ao entrelaçar nossas mãos

Da harmonia musical
De nossos diafragmas
Abraçados, em respiração

Do brilho natural de seus olhos
Do brilho não natural dos meus
Quando lhe tenho e quando não

Talvez você não tenha se dado conta
De que seu sorriso é enigma
Que torna qualquer são, histrião

De que sua pele é gota de tinta
Negra e junto a minha é dégradé
Tom sobre tom em detalhada combinação

De que percorremos juntos a trilha
Fazendo do trote, o ligeiro
Para alcançar a paixão

20 comentários:

  1. Do passo, faz-se o trote e, entao, faz-se o galope.

    Assim sao nossos sentimentos.

    Espero que gostem!

    ResponderExcluir
  2. Ei...gosto quando se esparrama mais....sem perder sua simplicidade envolvente de alinhar os sentimentos....Obrigado!!!Não pare nunca de rascunhar emoções.

    ResponderExcluir
  3. Adorei!!
    Sou defensora ferrenha das mãozinhas dadas e dos abraços de conchinha, expressões máximas do amor romântico!!!
    Também adoro essas poesias maiorzinhas, pois saciam totalmente minha sede de poesia.
    Parabéns!!
    Abraços!!

    ResponderExcluir
  4. awn, que linda! acho que foi a que eu mais gooostei :D :D é beem bonita mesmo! parabens!!!! beijo

    ResponderExcluir
  5. Depois da Poesia EU NÃO TE AMO que foi um recheada de ensinamento, mas com um "chute no saco" no final.
    Essa que vossa excelência, mestre das poesias, nos torna público é PROFUNDAMENTE SIMPLES e INTENSA.

    Primeiramente tu ler, normal, dai tu não entende.
    Pela segunda vez, tu vem garimpando os detalhes e comparados a pessoa amada, relacionando assim poesia, pessoa e realidade.

    Ao final percebe-se, pelo da minha parte, que ela se torna um carinho feito através de letras na pessoa amada.

    lhe dar meus Parabéns está virando Clichê, mas não me canso!

    ResponderExcluir
  6. O que é esse ritmo perfeito, gente?

    "Do brilho natural de seus olhos
    Do brilho não natural dos meus"

    Ain, meu poeta, você ainda consegue me surpreender, positivamente, a cada novo post.
    Obrigado por fazer meu coração pulsar mais forte ao ler tuas linhas.

    ResponderExcluir
  7. Aii, mega linda... *-* Essa eu curti bastante...
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  8. Cada vez mais consistente poeta. Parabéns. Gosto muito do tema e do texto hehe

    ResponderExcluir
  9. Muito boa... forte e apaixonada...parabéns!! Beijocas.

    ResponderExcluir
  10. Muito bom escrito, Augusto! A sinergia da paixão foi bem descrita aqui!

    Uma boa semana!

    ResponderExcluir
  11. Como sempre Augusto, vc arrasa com suas poesias!
    Beijo grande

    www.raquellribeiro.blogpspot.com

    ResponderExcluir
  12. LINDA!!
    Mt bom, como td q vc escreve..
    amei!!
    =)
    Bjaaooo

    ResponderExcluir
  13. Gosto da simplicidade dos dedos entrelaçados e um abraço...
    Linda Augusto! Como todas as outras... Parabéns!

    ResponderExcluir
  14. liiiiiiiiiinda, guto!!! as always!
    o título foi em homenagem a lacraia e sua éguinha pocotó? kkkkkk
    love you, xuxu!
    beijocas

    ResponderExcluir
  15. Quantas saudades e falta me fazem esses sentimentos e pequenos e sutis gestos... Gostei, parabéns!

    ResponderExcluir
  16. Lindíssma poesia, sentimento e entrega. Belo demais. Adorei.
    =)

    ResponderExcluir

Poderá ser preciso clicar mais de uma vez no botão "Postar comentário" para que o seu comentário seja enviado com sucesso. Obrigado pelo comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...