Cela

Você pode até negar

Você pode até correr


Mas não há como fugir

De algo dentro de você


Um espetáculo de mágica chamado Vida

Quando o coelho saiu da cartola

Tudo o que não era mágico

Esvaeceu-se tão rápido

Que toda mágica teve sua hora


Enquanto a mulher levitava

Outras entravam em caixas com espadas

Mas o que mais me surpreendia

Era a platéia fascinada aplaudindo

Sem saber que também fazia mágica todo dia


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...