Descoreografado

Te olho nos olhos

E não há entreolhar

Não há toque

Flor que desabroche


Porque eu olho dentro

Você olha fora

O seu é ligeiro

O meu demora


Vou embora

Pra outro lugar, outro canto

Outro encanto

Outro olhar


17 comentários:

  1. Amei! Essa é uma de minhas figuras referidas!

    ResponderExcluir
  2. ótimo! Conhece este?
    Desculpa...
    (Fabrício Carpinejar)
    "Te olho nos olhos e você reclama...
    Que te olho muito profundamente.
    Desculpa,
    Tudo que vivi foi muito
    profundamente...
    Eu te ensinei quem sou...
    E você foi me tirando...
    Os espaços entre os abraços,
    Guarda-me apenas uma fresta.
    Eu que sempre fui livre,
    Não importava o que os outros dissessem.
    Até onde posso ir para te resgatar?
    Reclama de mim, como se houvesse possibilidade...
    De me inventar de novo.
    Desculpa...
    Desculpa se te olho profundamente,
    rente à pele...
    A ponto de ver seus ancestrais...
    Nos seus traços.
    A ponto de ver a estrada...
    Onde ficam seus passos.
    Eu não vou separar minhas vitórias
    Dos meus fracassos!
    Eu não vou renunciar a mim;
    Nenhuma parte, nenhum pedaço do meu ser
    Vibrante, errante, sujo, livre, quente.
    Eu quero estar viva e permanecer
    Te olhando profundamente."

    ResponderExcluir
  3. Augusto amor, então era aqui que você escondia o ouro ?
    Eu estou encantada com o seu talento, você escreve, muito, muito, muito bem! E olha que eu sou exigente na hora da leitura...
    Parabéns pelo talento, e pelos poemas maravilhosos que você escreve ! Um grande beijo, Marcelle

    ResponderExcluir
  4. amei a poesia! amei a figura!
    aaaai, dino! quero seu livro ontem!
    beijoo

    ResponderExcluir
  5. O Twitter dá bons frutos, um deles, foi ter encontrado seu blog! Parabéns! Adorei seu lugar...
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Muito bom!
    Incrível capacidade de encaixar os detalhes...que fazem toda diferença!
    A foto é ótima!

    ResponderExcluir
  7. Muito boa a relação do título com o texto e a foto... Ficou foda, querido.. =))

    ResponderExcluir
  8. Nossa esse blog tá pop demais!! ahuahauhau
    Realmente a poesia, o título e a foto combinaram muito bem! =]
    Beijo Augusto!

    ResponderExcluir
  9. Oi, Augusto!

    Que maravilha, que sensibilidade!
    Adoro seus textos, passo sempre por aqui,
    e ao passar me encanto mais, me delicio com tudo que vc escreve e com seu jeito de escrever. =)

    ResponderExcluir
  10. Faço minhas as palavras do Marcio Nicolau, do "InterTextual".

    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Isso aí...tem que demorar, tem que ser recíproco...senão....

    []s

    ResponderExcluir
  12. Gostei muito do teu blog. Você escreve muito bem, de verdade! Passarei aqui sempre. A propósito, achei linda a poesia.

    Um beijo :)

    ResponderExcluir
  13. Repito outros comentários: LINDODEMAIS!
    Seguindo!
    Beijos!

    ResponderExcluir

Poderá ser preciso clicar mais de uma vez no botão "Postar comentário" para que o seu comentário seja enviado com sucesso. Obrigado pelo comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...