Quando o amor não derruba todas as barreiras

Para no inverno nos mantermos quentes

Talvez o fogo aqui dentro não seja suficiente


E por mais que fechemos as janelas

Continua ventando frio lá fora


Nem tudo o que imaginamos, de fato, era...

Suponho que um de nós tenha que ir embora


Daqui não consigo seguir adiante

Porque descobri que te amar não é o bastante


25 comentários:

  1. Poesia escrita para Carla. Inspirada numa história vivida por ela. Espero que gostem!

    ResponderExcluir
  2. "Quando o frio vem
    Nos aquecer o coração"

    ResponderExcluir
  3. Eu gostei muito da poesia.
    Tão bom quando encontro algo que valha a pena ser lido...
    Abraço

    ResponderExcluir
  4. Olá Augusto!
    Obrigado pela visita!!
    Gostei daqui também!
    Gde abraço!

    ResponderExcluir
  5. Augusto, meus parabéns pelo blog. Que palavras precisas você utiliza, invejável!

    convido:

    www.espacointertextual.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Augusto, muito bom! Triste, mas muito bom =)

    ResponderExcluir
  7. Escrevi um texto tipo o estilo nordestino, queria muito tua opinião a respeito, quando puder, por favor dê uma olhadilha:

    http://tende-animo.blogspot.com/2010/07/pescadores-de-almas.html

    ResponderExcluir
  8. Me surpreende mais e mais a cada poesia sua que eu leio. É impressionante o poder, que tem sobre mim, as palavras que você usa. Parabéns!

    ResponderExcluir
  9. Essas "conclusões" do amor sempre são tão tristes...
    :(

    ResponderExcluir
  10. Eu sumo, mas sempre apareço, Augusto.
    Eu gostei!
    Vc continua escrevendo bem, menino!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. E essa poesia heim? Vc anda vasculhando minha vida? UAHUAhuahUA. Adorei, mesmo. Vou visitar sempre. Obrigado pelo comentário no meu blog tmb

    ResponderExcluir
  12. Realmente, é derrador quando o amor deixa de ser a salvaguarda de algo, de alguém ou de um todo.Por isso a renovação é sempre válida! ;)

    ResponderExcluir
  13. Quem dera esse fogo fosse suficiente e esse amor fosse bastante.
    ;)

    ResponderExcluir
  14. Adorei a poesia que reina aqui no seu cantinho!
    Tou seguindo!

    Ah, obrigada pela visita! Sinta-se a vontade para aparecer quando quiser!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Bom escrita. Fluida, suave...
    Parabéns pelo espaço.

    Abraço

    ResponderExcluir
  16. Bem-vindo ao Partitura.
    Quem disse que tristeza não é bela. Pelo menos o poema, inspirado é.
    Parabéns pelo blog.
    Sigo-te.

    ResponderExcluir
  17. Ventar lá fora?
    Ventar é pouco, está um verdadeiro vendaval, uma catástrofe. Vou fugir para dentro de mim mesma, à procura de paz!

    ResponderExcluir
  18. Nossa, esta particularmente achei linda. Blog muito bom, já estou seguindo, meu amigo. Enchamos o mundo de poesia. ;) Abração

    ResponderExcluir
  19. legal a poesia. uma chama junto de outra aumenta, sozinha ela tem mais chance de apagar.

    vi essa foto aqui também http://catarinapoeta.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  20. amei! como vc sabia que eu pensava assim e conseguiu escrever sem eu te dizer nada?

    ResponderExcluir
  21. MUITO BOM, AOS OLHOS E AO CORAÇÃO, CONTINUE O GRANDE POETA!

    ResponderExcluir
  22. Gostei! Parabéns! Quando amar alguém não é o bastante, deve ser triste a sensação... Mas no fundo talvez só possa ser o bastante quando se aprende a amar a si próprio inicialmente. Buscar o que nos falta no outro é a maior furada.

    ResponderExcluir
  23. É cara, é difícil.
    Porém necessário. Experiência própria.

    ResponderExcluir

Poderá ser preciso clicar mais de uma vez no botão "Postar comentário" para que o seu comentário seja enviado com sucesso. Obrigado pelo comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...