Bobagem (Não adianta...)

Você vira o rosto pra vida

Esconde-se sob o cobertor antes de dormir

Sabendo que o escuro está, também, à luz do dia


Não adianta negar o passado

Correr do presente

Adiar o futuro


Não queira parar o mundo

Os ponteiros do relógio...

Eles não param para que você tenha coragem


Vai, deixa de bobagem


17 comentários:

  1. profundo! infelizmente o relógio não para =/

    ResponderExcluir
  2. Coragem para se viver o que deve ser vivido! =D

    ResponderExcluir
  3. Nossa, perfeita a reflexão, adorei!
    Vc escreve muito bem, parabens.

    Dand

    ResponderExcluir
  4. Tapa (merecido) na própria cara

    ResponderExcluir
  5. disse tudo dizendo quase nada.
    pq insistimos nessas bobagens né?
    ;*

    ResponderExcluir
  6. Me fez lembrar de um trecho de Shakespeare:

    "Não importa em quantos pedaços seu coração foi partido o mundo não pára para que você o conserte"

    Lindo blog.

    Estarei sempre a acompanhar

    Beijos e um grande abraço

    >>Dani

    ResponderExcluir
  7. obrigada :)

    acho que existe uma grande quantidade de pessoas que deviam ler isto, pois realmente tentam adiar as coisas, ou perdem tempo a relembrar. enfim.
    muito bom, beijinhos*

    ResponderExcluir
  8. Que lindo! Eu poderia dizer que você escreveu para mim!

    "Vai, deixa de bobagem"

    ResponderExcluir
  9. Que lindas as poesias do agusto, rsrs
    gostei muito dessa em especial. *-*

    Seguinnnndo...

    Abraços,
    Mayson.

    ResponderExcluir
  10. a poesia veio em boa hora...

    Obrigado

    ResponderExcluir
  11. A verdade é sempre dita em poucas linhas.

    ResponderExcluir

Poderá ser preciso clicar mais de uma vez no botão "Postar comentário" para que o seu comentário seja enviado com sucesso. Obrigado pelo comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...