Casulo

De rupturas sonoridades
Fez-se no escuro, puros
Prantos que ardem

Dolentes por essência e
Essenciais em cada dor
Banham minh’alma,
Abrem crisálida
...
E voou

Vital

Algumas palavras são
Letras apenas; outras tão
Mais que isso
Por vezes de uso cediço

Cedendo ou não
Escrevo-as com minha mão
E dentro a certeza disso:
Sem as palavras eu não vivo!

O pianista

Tocava um piano em suas costas
Seu choro e suas notas
Gritavam a verdade em sua canção
Uma noite tão alto foi
Que o piano agora está no chão

Esperança

Há uma luz no fim do túnel
Há uma boca do fogão acesa
Há um sol no meio do universo
Há um verso no fim da certeza

Cadeira de amargura

Árvores desnudas
Folhas desbotadas ao solo
Não mentem nunca:
O outono carrega-me no colo

Sentado na varanda
Numa cadeira de amargoso
Coloco no bosque minha esperança
De vê-lo voltar por entre os bordos

Árvores desnudas
Neve sobre o solo
Não mentem nunca:
O inverno carrega-me no colo

Sentado na varanda
Numa cadeira de amargoso
Retiro do bosque minha esperança
De vê-lo voltar por entre os bordos

Olhos

Se você soubesse o quanto seus olhos
Fazem meus olhos olharem sempre
Os seus olhos brilhando como olhos
De quem ama meus olhos
Ah! Os meus olhos saltariam de alegria
Palpitariam seus corações de olhos
E nossos olhos olhariam nossos corações
Palpitando enquanto nos olhamos

Nas estrelas?

Deves ser forte como um Touro.
Se fores de Capricórnio,
prepare-se para o casório.

Encare o mundo sem nenhum destinatário
e cumpra sua função de Sagitário.
Durma em quaisquer aposentos, Gêmeos!

Se tu és de Aquário,
serás feliz, desejado.
Viverás com tua amada um centenário.

Virgem é viagem.
Idas e vindas.
Dinheiro, se fores de Libra.

Peixes?
Sorte.
Felicidades em feixes.

Ah o Escorpião!
Se entregando à paixões, amores;
assim como o Leão.

Viverás nos ares se fores de Áries.
Sonhos e romances
se por acaso fores de Câncer.

E para enxergar tudo isso nas estrelas,
nem com um binóculo.
Mas bem que eu queria acreditar no horóscopo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...