Homo burrus

Mãe mata filha
Filho mata pai
Vamos todos para a guilhotina
E o amor? Para onde vai?

Adolescente enforcada com lenço
Idosa refém
Não assaltaram o bom senso
Vivemos num mundo sem

Caça predatória
Árvores derrubadas
Existe escapatória?
As mãos estão dadas?

Criança em abandono
Violência nas margens
Quem é esse ser que se diz humano?
Quem é esse homo que se diz sapiens?

7 comentários:

  1. Ficou para os meus favoritos deste blog. Ótimo texto mesmo! Meus Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Ainn.. eu adorei.. fico sem palavras novas pra dzer o queacho de suas poesias.. mas essa está ótima.. a cara do Brasil!

    ResponderExcluir
  3. Realmente, Homo Burrus... muito boa!

    ResponderExcluir
  4. Querido amigo, já sabia de tua inteligência agora reverencio teu talento. Muito bom mesmo seu blog. Sempre amei poesia agora me descubro amiga de um poeta! Um Beijinho até amanhã Dominnyque

    ResponderExcluir
  5. Cara... você tem talento! Que prossiga utilizando-o para denunciar a nossa triste realidade. É uma maneira de ser alheio à ela, sem a ela se entregar.

    ResponderExcluir

Poderá ser preciso clicar mais de uma vez no botão "Postar comentário" para que o seu comentário seja enviado com sucesso. Obrigado pelo comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...