Casulo

De rupturas sonoridades
Fez-se no escuro, puros
Prantos que ardem

Dolentes por essência e
Essenciais em cada dor
Banham minh’alma,
Abrem crisálida
...
E voou

2 comentários:

  1. : ) como sempre poesias sempre criativas... ;P saudades Augusto! Abração!

    ResponderExcluir
  2. Que lindo!! Amei mesmo, Augusto, pra variar!! Hushahuahua.. beijos da amiga =*

    ResponderExcluir

Poderá ser preciso clicar mais de uma vez no botão "Postar comentário" para que o seu comentário seja enviado com sucesso. Obrigado pelo comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...