Entre os dedos

Com minha palma
Pego areia da areia da praia
Deixo escapar entre os dedos
Como uma cachoeira cai no rio
As águas voltam ao seu leito
Na vida tudo volta de algum jeito

7 comentários:

  1. Juro que meu sonho era aprender a fazer poesias...
    me amarro ://
    muito boas, cara!

    ResponderExcluir
  2. Quero todos os dias aacreditar nisso...
    Que de algum jeito, um dia tudo voltará!
    Mt boa!

    ResponderExcluir
  3. Nossa, traduziu o que eu tava sentindo... Como sempre. Huahuahua!
    Augusto, que maravilhoso! A única coisa que quero deixar escorrer pelos meus dedos é a areia da praia...
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Ahh.. vc poderia fazer um twitter e divulgar o blog por lá tbm... eu iria seguir sempre ^^

    Adorei os novos!
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Lindo cara,reflete muito que eu sinto tambem.
    Abração

    ResponderExcluir
  6. Bruno Vanzillotta26 de junho de 2009 21:47

    eu gostei, viu. =)

    ResponderExcluir

Poderá ser preciso clicar mais de uma vez no botão "Postar comentário" para que o seu comentário seja enviado com sucesso. Obrigado pelo comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...