A certeza de Mariana

Às vezes as palavras
Abandonam o poeta

O lápis na ponta dos dedos
Tremem sedentos sabendo
Que nunca se escreve em linhas retas

Às vezes as palavras
Abandonam o poeta

E mesmo sem as letras no papel
A inspiração há de sempre haver
Numa entrelinha secreta

3 comentários:

  1. Sua simplicidade me fascina!
    Você revela muito sobre si nas poesias, mas ao mesmo tempo torna-se mais misterioso! É fantástico.
    Grande abraço, meu bem!

    PS: Agora que estou de férias, poderei prestigiar seu blog descentemente, como você merece!

    ResponderExcluir
  2. Reflete o maior medo e a maior certeza de um poeta, poesia simplismente linda! Parabens!

    ResponderExcluir

Poderá ser preciso clicar mais de uma vez no botão "Postar comentário" para que o seu comentário seja enviado com sucesso. Obrigado pelo comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...