Longe

Com um caderno sobre a mesa,
Com um lápis entre os dedos
Sinto-me completo.
Mais inteiro, mais eu.
Lapido meus pensamentos na cabeça,
Cravo meus sentimentos no papel.
Com um caderno sobre a mesa,
Com um lápis entre os dedos
Sinto-me Platão.
Mais perto de você, mais eu.

Estes versos são seus,
Embora você esteja em Plutão.

7 comentários:

  1. po, augusto vc e sua criatividade imensa! sério mesmo irado! uasehuaseasehuhase

    ResponderExcluir
  2. Cada dia que passa você escreve melhor *-*

    ResponderExcluir
  3. Este é muito lindo!
    Um dos meus preferidos!

    =D

    ResponderExcluir
  4. Para semelhantes não existe espaço e nem tempo, por isso digo q tudo é uma questão de imaginação...

    ResponderExcluir
  5. Identifiquei-me de imediato com LONGE.
    Parabéns por tua sensibilidade poética.

    Bjos.

    ResponderExcluir
  6. Gutoo q profundo *-* adorei

    ResponderExcluir
  7. Pasmei. Muito boa essa poesia!

    ResponderExcluir

Poderá ser preciso clicar mais de uma vez no botão "Postar comentário" para que o seu comentário seja enviado com sucesso. Obrigado pelo comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...