Envelhecimento

Vento vai
Vento vem
Cato pétalas no jardim
Rosas
Margaridas
Tulipas
Cato pétalas sem fim
Forma-se um cata-vento
Vento vai
Vento vem
Não existe pressa
Ainda temos tempo

Tempo vai
Tempo vem
Cato folhas no jardim
Secas
Escuras
Quebradiças
As pétalas chegaram ao fim
Forma-se um cata-vento
Tempo vai
Vento vem
Não existe pressa
Não temos mais tempo

8 comentários:

  1. Eudenise tinha razao.
    " Augusto escreve liiindamente " haha

    ResponderExcluir
  2. Olha como um bom pisciano tu tem o poder das palavras em ti...sentimento é o q mais nos descreve...Parabéns pela sensibilidade!!!

    ResponderExcluir
  3. cacetada! essa foi bem profunda vei... parabens hein!

    ResponderExcluir
  4. Poxa, gostei muito do "trocadilho" "Tempo vai
    Vento vem". Recurso de estiística bem legal.
    Você escreve hein?!
    Escondendo o jogo todo esse tempo.....
    Agora tem de escrever algum verso sobre dinossauros, ou idade da pedra... Ia ser a sua cara!
    Parabéns!
    Beeijos

    ResponderExcluir
  5. Nossa. Muito boas suas poesias!
    Já está nos meus favoritos :D
    Você realmente tem muito talento.
    Parabéns, Augusto!

    ResponderExcluir
  6. Muito profundo!!!
    De profissional.
    Tem certeza que quer se biólogo.
    Vc como escritor seria o máximo!

    ResponderExcluir
  7. Compraria um livro seu sem pensar duas vezes. Quando comecei a ler a poesia não me pareceu muito, mas quando cheguei ao fim me senti tocada profundamente!

    ResponderExcluir

Poderá ser preciso clicar mais de uma vez no botão "Postar comentário" para que o seu comentário seja enviado com sucesso. Obrigado pelo comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...